J.D.B., de 69 anos de idade, comunicou na Delegacia de Polícia de São Lourenço do Sul nesta terça-feira (13), que havia saído de casa (Rua Anchieta, Bairro Navegantes) e, ao retornar, G.F., seu inquilino que reside nos fundos avisou-lhe que M.C.B., vulgo “Tatutinha”, de 25 anos de idade, tinha entrado em sua casa. Verificou então que o telefone celular marca LG (avaliado em R$ 250,00) de sua esposa havia sido furtado.

Fez contato com o irmão de “Tatutinha”, o qual confirmou que o elemento chegou em casa com um telefone celular e, que o mesmo ofereceu o aparelho para a sua mãe. Após a negativa em comprar o aparelho, Tatutinha saiu e vendeu o celular a outra pessoa.

A polícia, J.D.B. salientou que ao menos deseja recuperar o número, pois não havia bloqueado junto à operadora.