A Secretária Municipal de Saúde Jaqueline Bergmann foi entrevistada na manhã desta quinta-feira (19) no São Lourenço Repórter. Na pauta as reivindicações que chegaram através da redação do Programa, se queixando da falta de médicos em algumas UBSs de São Lourenço do Sul. Bergmann foi direto ao assunto e, confirmou que hoje existe a ausência destes profissionais em quatro “postinhos”: Coqueiro, Cantagalo, Boqueirão e Boa Vista: “A gente está neste momento aguardando o que o governo federal vai nos colocar como possibilidade para os municípios para suprir essa ausência”, comentou.

Apesar de tudo, a secretária afirma que os encaminhamentos, independente da UBS, cidade ou interior, quando urgência, os casos estão sendo repassados para outras unidades. Da mesma forma, mesmo onde não há médico em tempo integral, está sendo feito um revezamento para suprir os atendimentos.

Respondendo a reivindicações da população, Bergmann orientou que mesmo com algum eventual transtorno, o ideal é dar entrada na UBS da sua região e seguir a orientação profissional.

Ainda relatou que com o aumento de repasses para a Santa Casa de Misericórdia (aporte de R$ 100 mil mensais), por ora, não seria possível a contratação de médicos via município, apenas aguardar por uma posição da União, seja pela reincorporação dos cubanos que participaram do Mais Médicos, ou por profissionais do programa Médicos pelo Brasil, criado pelo governo Jair Bolsonaro.

Escute a entrevista na íntegra:

Entrevista com a secretária de saúde Jaqueline Bergmann

por São Lourenço Repórter | 19/09/2019