O presidente do Sindicato Rural, Ricardo Serpa, esteve no São Lourenço Repórter na manhã desta quarta-feira (2), e não escondeu o otimismo com os negócios a serem fechados durante a 41ª Expofeira de São Lourenço do Sul. Uma história que começou a ser contada na segunda-feira (30) e, se estende o próximo domingo (6), no Parque de Exposições Cel. Antônio Cândido Soares Ferreira e toda sua infraestrutura.

Nesta edição serão mais de 90 atividades, dentre a exposição de animais (Raça Jersey/Cavalo Crioulo), o GINETEANDO POR UM SONHO, Palestras Técnicas, exposição de animais de pequeno e médio porte, orquídeas do Quintal do Polaco, Mostra de Animais Rústicos, Festival de Assadores Rota do Cordeiro, Exposição de Peixes e Concurso de Cães. O ESCOLARTE chega a sua 14º edição em 2019. Além do Remate Especial de Ventres e do 6º Remate Rústicos da Baraúna. Serpa também destacou que para todos os SHOWS e ENTRADA no Parque, é completamente GRATUITO.

As CONDIÇÕES ESPECIAIS mencionados na entrevista, dão conta de prazos e amplos financiamentos bancários, uma exclusividade das agências Sicredi e Banco do Brasil com financiamento em até 5 ANOS, somente para a 41ª Expofeira de São Lourenço do Sul. “Tem vários negócios para serem fechados na Expofeira por causa dos incentivos financeiros que têm devido à exposição ser oficial. Cinco anos de prazo, a expectativa é muito grande de negócios”, destacou o presidente.

Cabe o registro que nesta quarta-feira (2), a partir das 20h, a Agropecuária Salaberry aborda o MUB – A solução que chegou para ficar em suplementação de bovinos.

Escute a entrevista na íntegra:

Entrevista com o presidente do Sindicato Rural, Ricardo Serpa

por São Lourenço Repórter | 2/10/2019