O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Agricultores Familiares de São Lourenço do Sul, Valnei Bröse, em entrevista ao Programa na manhã de hoje (28), falou sobre a rodada de negociações de preço com as empresas fumageiras, na sede da Afubra em Santa Cruz do Sul, realizada na última semana.

Para repor o custo de produção dos fumicultores, segundo o presidente, atende a casa dos 6,5%. As fumageiras por sua vez alegaram custo operacional de 4,5%, porém, sem justificativa, propuseram aos fumicultores 2% de reajuste.

Bröse salienta que em março de 2020 o assunto volta a ser debatido no Fórum Nacional de Integração do Tabaco (Foniagro).

ESCUTE A ENTREVISTA:​

Entrevista com o presidente do Sindicato, Valnei Bröse

por São Lourenço Repórter | 28/01/2020