Essa semana o vice-prefeito Carlos Antônio Becker Lessa, Tonho Lessa (MDB) assumiu como prefeito em exercício e assim permanecerá até o retorno das férias do chefe do executivo Rudinei Härter (PDT), que deve perdurar por 15 dias. Em entrevista ao Programa na manhã de hoje (12), Tonho fez conjecturas políticas para as Eleições Municipais de 2020, abordou inclusive as rusgas e atritos com Härter. 

Rebateu a quem afirma que não está trabalhando: “É uma grande mentira que tentaram implantar na sociedade, eu sempre estive na minha sala. P.R.B. foi na minha sala, e disseram que eu não estava!” O vice-prefeito disse que não há sincronia com o secretariado da atual gestão, e desconhece o atual representante do SEPLAMA, por exemplo. “Tem secretário que eu nem conheço. De São Lourenço não é”, disparou.

Contudo, Carlos Antônio Becker Lessa se diz pré-candidato ao executivo em chapa costurada com o Partido Progressista e, teria Daria Pagel como seu vice, a quem já vem trabalhando junto à sociedade. Mesmo indagado pelo repórter se concorreria caso o presidente do PSDB Emílio Lessa, seu irmão, ele rechaçou a hipótese de não estar presente no pleito de outubro, concorrendo a Prefeitura Municipal. “Qual é o partido que apoiaria o Emílio pra candidato?”, respondeu.

ESCUTE A ENTREVISTA:

Entrevista com o prefeito em exercício, Tonho Lessa

por São Lourenço Repórter | 12/02/2020