Presidente do Conselho Agropecuário (Capec) e Secretário do Sindicato dos Trabalhadores Agricultores Familiares de São Lourenço do Sul, Sr. Enio Ritter, abordou a estiagem no Programa na data de hoje (11). Após mais um encontro, desta vez no início da semana, onde inclusive o presidente da FETAG-RS, Carlos Joel da Silva e entidades ligadas ao agro entregaram uma pauta de reivindicações à ministra da Agricultura, Tereza Cristina, Ritter conta que até agora o Governo Federal não sinalizou com nenhum aporte, tampouco a União levantou a hipótese anistia de dívidas dos produtores rurais.

O presidente do Capec disse que as frutíferas estão sofrendo com a falta de chuva: “Desde jeito, não vai ‘dar’ bergamota, laranja,…”. E já ouviu relatos de produtores que não vão por a ceifa para colher o que salvou da soja, pois não compensa financeiramente. O Rio Grande do Sul contabiliza prejuízos que chegam aos R$ 9 bilhões.

Da entrevista ficou a orientação para aqueles produtores que tem financiamento, solicite tão logo ao PROAGRO, além da importância da regularização fundiária para enfrentar os próximos episódios com os que estamos vivenciando.

ESCUTE A ENTREVISTA:

Entrevista com o presidente do Capec, Enio Ritter

por São Lourenço Repórter | 11/03/2020