O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (27), na frente do Palácio da Alvorada, que a Anvisa (Angência Nacional de Vigilância Sanintária) assinou protocolo na noite da última quinta-feira autorizando testes de uso da cloroquina para o tratamento da covid-19.

A cloroquina é um remédio para tratamento de malária, reumatismo, inflamação nas articulações, lúpus, entre outros e a sua eficácia e segurança no tratamento para pacientes com covid-19 estão sendo testadas.

Muitos pacientes reumáticos reivindicaram via o telefone do São Lourenço Repórter – Rádio São Lourenço 1190 AM, que o medicamento encontra-se em falta nas farmácias. Remédio de suma importância para combater os devidos sintomas reumatológicos – a orientação é para que quem adquiriu o medicamento sem prescrição médica, devolva nas drogarias, haja vista que se por ventura ser acometido pelo Covid-19, só será tratado com a cloroquina em casos graves, acompanhado de tratamento.

Na última quarta-feira (25), o Ministério da Saúde emitiu, pela primeira vez, um posicionamento sobre o uso da droga no combate à covid-19. A pasta autorizou a utilização da cloroquina/hidroxicloroquina, por médicos, para tratar pacientes internados em estado grave com covid-19.

No entanto, não há qualquer indicação do medicamento para pessoas que queiram se proteger ou para casos leves da doença.