COVID-19: O isolamento social continua sendo a nossa realidade

Em entrevista ao São Lourenço Repórter nesta quarta-feira (1º), a Secretária de Saúde, Jaqueline Bergmann, reiterou que a orientação é ficar em casa, para evitar a propagação do coronavírus (Covid-19). A responsável pela pasta da saúde reafirmou que atualmente, a recomendação do Ministério da Saúde é fazer testes apenas em casos graves de pessoas com suspeita de coronavírus e profissionais de saúde.

Mas por que não realizar o exame em qualquer um que apresente tosse, febre e coriza? Bergamann conta que os demais casos, de complexidade leves, são acompanhados por equipes da saúde, ou seja, na progressão da doença. Infelizmente, até o momento não dispomos de kits de testes suficientes no Brasil para uma política abrangente de examinação (outros países enfrentam situação semelhante).

Fora que pacientes com diagnóstico do novo coronavírus e com sintomas leves devem ficar em casa isolados, eventualmente tomando remédios para aplacar sintomas.

ESCUTE A ENTREVISTA:

Entrevista com a Secretária de Saúde, Jaqueline Bergmann

por São Lourenço Repórter | 1º/04/2020

Orientação

Pessoas que apresentem sintomas como febre, tosse e/ou dificuldade de respirar e tenham viajado ou mantido contato com quem viajou, devem no primeiro momento procurar atendimento via telefone pelo 150, diretamente com a Vigilância Epidemiológica pelo 3251-9558 ou uma das unidades de saúde também por telefone, para orientações de como proceder, evitando ir a Unidade de Saúde e principalmente hospital.

Como se proteger

– Lave as mãos com frequência, com água e sabão, ou higienize com álcool em gel 70%

– Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com o braço, e não com as mãos

– Se estiver doente, evite contato físico com outras pessoas e fique em casa até melhorar

– Evite tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas. Ao tocar, lave sempre as mãos com água e sabão

– Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos

– Evite aglomerações e mantenha os ambientes ventilados

Como é a transmissão

A transmissão acontece de uma pessoa doente para outra ou por contato próximo (cerca de 2 metros), por meio de:

– Espirro

– Gotículas de saliva

– Tosse

– Catarro

– Toque ou aperto de mãos

– Objetos ou superfícies contaminadas

Sintomas

Os sintomas mais comuns são: febre e tosse ou dificuldade para respirar.