A prorrogação do prazo para adquirir as doses da vacina contra Febre Aftosa se encerra nesta sexta-feira (24), conforme destacou a empresária Sana Bichler, da Agropecuária Querência em entrevista ao São Lourenço Repórter. A etapa é de extrema importância, haja vista que marca o último ciclo até que o Rio Grande do Sul consiga o status de livre da doença sem vacinação, a partir de maio de 2021. O estado ficará alinhado ao Paraná e a Santa Catarina, fechando o Sul do País para a entrada de animais de outros estados, e melhorando os ganhos dos exportadores, especialmente os gaúchos.

Já o prazo para a apresentação de notas ficais de compra de vacinas contra a febre aftosa à Inspetoria de Defesa Agropecuária do município fora prorrogado até 30 de abril. A comprovação pode ser feita diretamente na Agropecuária Querência. Bichler conta que a cópia da nota fiscal de compra da vacina contra febre aftosa e a declaração da quantidade de bovídeos vacinados, são encaminhados via WhatsApp diretamente da loja, sem o cliente precisar se deslocar até a Inspetoria. A medida faz parte dos esforços do estado para deter a propagação do novo coronavírus no Rio Grande do Sul. Inclusive na Querência estão disponíveis formulários para a declaração.

ESCUTE A ENTREVISTA:

Entrevista com a empresária Sana Bichler, da Agropecuária Querência

por São Lourenço Repórter | 24/04/2020