A Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira (5), projeto que prevê auxílio financeiro de R$ 60 bilhões do governo federal aos Estados e municípios. O impacto da proposta, considerando também a suspensão do pagamento das dívidas dos entes federados à União, é de R$ 125 bilhões.

O texto foi votado pela Câmara no dia 13 de abril, mas foi modificado pelo Senado e, por isso, nova apreciação foi realizada pela Casa liderada pelo deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ). O placar foi de 437 votos a favor e 34 contra. Até as 19h, os deputados analisavam os destaques propostos ao texto. Como o texto sofreu modificações, ele voltará ao Senado.

De acordo com o projeto aprovado, o Rio Grande do Sul receberá R$ 1,945 bilhão em recursos livres e outros R$ 273,5 milhões para custeio de ações de saúde e assistência social. Os 497 municípios gaúchos terão R$ 1,48 bilhão. São Lourenço do Sul deverá receber R$ 6.308.133,68, o que corresponde 0,38% do montante, devido os seus 43.582 habitantes, segundo dados do IBGE. Os repasses serão feitos em quatro parcelas.

A primeira parcela, das quatro, poderá ser paga no dia 15 de maio, caso o texto seja aprovado até lá.