O delegado, Dr. Edson Ramalho, concedeu entrevista ao São Lourenço Repórter na manhã desta quarta-feira (24), para abordar a onda de crimes que recentemente acometeram o meio rural de São Lourenço do Sul e os tiroteios que vêm  ocorrendo na cidade. Quanto aos furtos no interior, o que já é uma convicção da Polícia Civil: “Certeza que foram indivíduos soltos pelo ‘benefício do coronavírus’”*, proferiu Ramalho.

* Levantamento do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) revela que ao menos 32,5 mil presos foram libertados nos últimos três meses como medida de redução do contágio pelo coronavírus. O número representa 4,8% do total de presos no país.

Um dos bandidos fora preso recentemente na entrada de Alvorada. Alguns, a polícia ainda está à ‘caça’. Ou seja, praticamente todos identificados por três furtos em Rincão das Almas e um na RS 265 (“Faixinha”). “Quem normalmente faz esse tipo de crime já são ex-presidiários”, destacou o delegado.

Em relação a tiroteios, também já é de conhecimento policial a disputa de território pelo tráfico de drogas, comandado por duas facções de dentro de presídios. Hoje, inclusive, foram cumpridos dois mandados de prisão em São Lourenço. Um dos elementos estava em posse de drogas e, identificado como pertencente a uma dessas facções.

ESCUTE A ENTREVISTA:

Entrevista com o delegado Dr. Edson Ramalho

por São Lourenço Repórter | 24/06/2020