O prefeito Rudinei Härter concedeu entrevista ao São Lourenço Repórter na manhã desta terça-feira (14) para abordar algumas ações diante a pandemia da Covid-19, bem como o encascalhamento e emendas parlamentares. Härter conta que o maior número de contágios cadastrados tem uma explicação: “Aumentamos os testes em São Lourenço do Sul”.

Porém, ressalta que a pandemia está crescendo na região e, que a fiscalização do distanciamento social, de “ficar em casa”, lavar as mãos e uso de máscara, é um dever do cidadão com o próximo. Respondendo a questionamento de ter recorrido de Bandeira VERMELHA para LARANJA, Härter disse que como não há internações na Santa Casa e óbitos de contágio no município, AINDA é possível buscar o recurso.

Em relação a proposta de protocolo para tratamento preventivo da Covid-19, elaborado pela Sociedade de Medicina de São Lourenço do Sul (SOMESUL), e encaminhada à  Secretaria Municipal de Saúde, o chefe do executivo avalia que alguns medicamentos já estão disponíveis na rede de saúde, contudo, o uso é de autonomia do profissional em saúde. “O paciente não pode cobrar pelo uso do medicamento”, enfatiza.

OBRAS

Na data, está sendo realizado o encascalhamento da BR-116 até o “Tio Guido”. Depois, o prefeito relata que irá até a cidade. Amanhã, da ERS-265 até o “Erni Marth”, seguindo também, até a cidade.

Por fim, valorizou a entrega de uma retroescavadeira, máquina oriunda do deputado federal Afonso Hamm (Progressista) para atender protocolos da estiagem.

ESCUTE A ENTREVISTA:

Entrevista com o prefeito Rudinei Härter (PDT)

por São Lourenço Repórter | 14/07/2020