O tema veio através de um ouvinte do São Lourenço Repórter na manhã desta sexta-feira (31): R.F.R. denuncia uma babilônia de dinheiro investido por gestões públicas que estão em desuso, e que impactam na vida de moradores, principalmente, das proximidades da foz do Arroio Carahá – fossas cheias que não desaguam, provocando transtorno e mau cheiro.

No ‘tratamento de esgoto’ às  margens do ‘Valão’, o abandono é evidente. A denúncia do ouvinte aponta para canos sem caimento, sem vazão e, o sistema como um todo não funciona. Atrás do Ginásio Municipal Nedilande Vargas Corrêa, outra situação absurda: piscinas construídas para tratamento de esgoto “a ver navios”, literalmente desmoronando!

O questionamento: em ambas as obras chefes de governo chegaram a se pronunciar no sentido figurado dizendo que “minhas obras não aparecem”, ou “é a solução do esgoto pluvial de SLS” e, ainda, “obras que não dão voto”. A constatação do jornalista: Realmente são as que menos aparecem, porém, obra concluída, DÁ VOTO SIM!