O deputado estadual José Sidney Nunes de Almeida (PT) afirmou que São Lourenço do Sul será contemplada com R$ 330.000,00 através da Lei federal 14.017/2020, conhecida como Lei Aldir Blanc, que tem como objetivo central estabelecer ajuda emergencial para artistas, coletivos e empresas que atuam no setor cultural e atravessam dificuldades financeiras durante a pandemia.

Na entrevista ao São Lourenço Repórter na manhã desta segunda-feira (10), Zé Nunes ainda abordou o colapso da “Gripe Suína” (H1N1) na sua gestão quando prefeito e, criticou o deputado federal Osmar Terra (MDB), o qual dizia que a pandemia do novo coronavírus não passaria de 2 a 3 mil mortes – hoje o país contabiliza mais de 100 mil óbitos.

ESCUTE A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA:

Entrevista com o dep. Zé Nunes (PT)

por São Lourenço Repórter | 10/08/2020

LEI ALDIR BLANC

Em homenagem ao compositor e escritor Aldir Blanc, que morreu em maio, vítima da Covid-19, o projeto vem para socorrer profissionais e espaços da área que foram obrigados a suspender seus trabalhos.

De acordo com a lei, o recurso total de R$ 3 bilhões será distribuído de forma que 50% do valor sejam destinados aos estados e ao Distrito Federal – deste montante, 20% serão distribuídos segundo critérios do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e os outros 80% serão alocados proporcionalmente entre a população local. A outra metade, por sua vez, será destinada aos municípios e ao DF, obedecendo aos mesmos critérios de rateio.