Em assembleia realizada na Praça da Alfândega, em Porto Alegre, os trabalhadores dos Correios no Rio Grande Sul decidiram, na noite de segunda-feira (17), decretar greve por tempo indeterminado. Em todo o país, são cerca de 100 mil funcionários que irão paralisar as atividades a partir das 22h.

Porém, em São Lourenço do Sul o serviço de atendimento ao público segue normal, e esta é a intenção, segundo confirmação do gerente da agência local, Adriano Martins (FOTO CAPA), ao São Lourenço Repórter, na manhã desta terça-feira (18).

A greve nacional ocorre em protesto contra a retirada de direitos, a privatização da empresa e a ausência de medidas para proteger os empregados durante a pandemia do coronavírus, de acordo com a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (Fentect).

A agência São Lourenço, inclusive, atende em horário estendido desde ontem: das 9h às 12h e das 14h às 16h.