Motivo de muitos debates no São Lourenço Repórter entre executivo e legislativo, nossa reportagem se deslocou até o Coqueiro, para olhar de perto se existe cascalho, saibro, barro, ou qualquer outro semelhante à terra na permuta com 3 ha existentes nas Pedrinhas. A aprovação do Projeto de Lei já fora uma novela na Câmara de Vereadores. Após, burocracia para liberar a área e, se não bastasse, uma enxurrada de indagações da qualidade do material.

Mas aí, o Programa não recebeu nenhuma reprovação de comunidades contempladas contestando o encascalhamento. Pelo contrario, moradores do Passo dos Baios, Sítio, 5º Distrito, Santa Tereza, Estrada da Cíntea, Santana, Pinheiros, Evaristo… Todos satisfeitos com o resultado.

Pra não deixar dúvida, convidamos o prefeito Rudinei Härter a nos acompanhar até a localidade para inspecionar a qualidade da cascalheira. Sim, tem de tudo um pouco: fora nos informado a retirada 3.500 cargas de caçambas truck para distribuição nas vias citadas, deste verdadeiro jazido de cascalho. Contudo restam toneladas para os anos posteriores. O cascalho que não atende a qualidade ideal tem sido utilizado para aterro de canos na cidade.

Portanto, o São Lourenço Repórter se deu o trabalho para averiguar e constatar: é cascalho e tem qualidade.