Um homem, ao ser intimado das medidas de afastamento da ex-companheira, pela oficial de justiça, afirmou para a servidora do judiciário, que mataria a ex-companheira, desdenhando da ordem judicial. Ante a gravidade do relato, a autoridade policial, representou pela prisão preventiva, como garantia do cumprimento das medidas de proteção à vítima. A prisão foi efetuada na manhã de hoje (2) por policiais da Delegacia de Polícia de São Lourenço do Sul.