Começou ontem (05) em São Lourenço do Sul a Campanha Nacional de Vacinação contra a poliomielite, também conhecida como pólio ou paralisia infantil.

A vacinação estende-se até o dia 30 de outubro, onde crianças de um ano a menores de cinco anos, juntamente com adolescentes menores de 15 anos devem comparecer a Unidade Básica de Saúde (UBS) respectiva ao seu bairro para realizar a vacina que será feita das 8h às 17h na cidade e das 8h às 16h no interior. O dia ‘D’ da vacinação será realizado no sábado (17), marcando maior mobilização.

A Secretária Municipal de Saúde, Adriane Martins, em entrevista ao São Lourenço Repórter na manhã de hoje, falou sobre a importância das pessoas priorizarem a procura de uma Unidade Básica de Saúde: “É uma campanha que tem anualmente e é muito importante. Mesmo que não seja uma doença presente no nosso território, as pessoas devem sempre valorizar e fazer a vacinação. É importante que as famílias tenham essa consciência do quão importante é a vacinação das crianças e adolescentes.”

Para quem está com a caderneta de vacinas incompleta conforme o Calendário Nacional de Vacinação, também deve comparecer à unidade de saúde mais próxima nos períodos citados, para assim, realizar as imunizações pendentes. Ainda serão disponibilizadas mais vacinas, entre elas para: hepatite B, pneumocócica, febre amarela, trípice viral, entre outras.

Adriane ainda pede para que as pessoas evitem aglomerações, dessa forma, sendo indicado apenas um acompanhante por criança ou adolescente, lembrando que caso algum membro da família apresente suspeita de Covid-19 ou esteja em isolamento, espere melhorar para se direcionar ao posto.

Ouça a entrevista completa a seguir:

Entrevista com a secretária municipal de saúde Adriane Martins

por São Lourenço Repórter | 06/10/2020