Entre surpresos e curiosos, as pessoas que estavam no centro da cidade assistiram a chegada do caminhão do Corpo de Bombeiros na esquina do calçadão com a Barroso.

Não havia, no entanto, nenhum sinistro e sim um “Coendou Phehensilis” ou simplesmente, um Porco Espinho, roedor silvestre flagrado num poste da CEEE.

O resgate ocupou boa parte da manhã e tão logo constatado que não apresentava ferimentos, foi novamente reconduzido a mata nativa, seu habitat natural.

O que ninguém soube explicar é de como ele conseguiu chegar até o centro da cidade.