Foto: Reprodução/Diário da Manhã

Em período próximo da campanha nacional de vacinação contra a febre aftosa, o estado do Rio Grande do Sul faz parte da zona livre de contágio.

Ao São Lourenço Repórter de hoje (30), o servidor público Anibal Ribas, falou que devido ao trabalho empenhado dos servidores públicos e estaduais, o status sanitário pôde ser modificado: “Os produtores rurais do Rio Grande do Sul não precisam se preocupar com a compra de vacinas, ou mesmo efetuar a vacinação, levar nas inspetorias, pois estamos livres da aftose”, ressalta.

A seguir, ouça o áudio completo: