Uma mulher fora baleada na noite de quinta-feira (5) em via pública nas proximidades da Japesca. Acompanhada de uma amiga, elas foram abordadas por um casal, onde a mulher gritara ao homem: “atira, atira…” em ato contínuo. Então foi efetuado o disparo em sua direção. Na sequência a vítima sentiu que estava com um ferimento no rosto e solicitou um táxi, assim, encaminhando a mesma para a Santa Casa de Misericórdia de São Lourenço do Sul.

A mulher relatou uma desavença com a suspeita, porém não sabe a sua identificação e não conhece o indivíduo que efetuou o disparo. Ela está internada no hospital com um ferimento no queixo. A mesma afirmou que trabalha em uma casa noturna do município.

“Ela estava meio confusa (no hospital), lesionada por uma arma de fogo. A gente espera esclarecer essa situação em breve”, destacou o delegado, Dr. Edson Ramalho.

Entrevista com o delegado, Dr. Edson Ramalho

por São Lourenço Repórter | 6/11/2020