Episódio negativo que marcou o país, mas principalmente a comunidade lourenciana, onde brutalmente, o corpo de Claudieli Medina dos Santos, 19 anos, fora enterrado no dia 7 de abril de 2018 no Boqueirão Velho, interior de São Lourenço do Sul, dentro de um galpão, após a jovem estar desaparecida desde o dia 4/03/2018. À Polícia Civil, o ex-namorado André Krüger Bork, confessou o crime e foi preso em flagrante por ocultação de cadáver (art. 211). Houve representação por prisão preventiva por homicídio qualificado por feminicídio.

O futuro do réu André Krüger Bork está em julgamento no exato momento – o Júri Popular iniciou pontualmente às 9h e está ocorrendo no Fórum de São Lourenço do Sul. Presidido pela Juíza de Direito Dra. Vivian Feliciano. Na acusação da Promotoria de Justiça, Dra. Gabriela Monteiro e o Dr. Márcio Schlee. Na defesa o advogado Dr. Aírton Carré Chagas.