FOTO: arquivo (7 de abril de 2018).

Durante esta quinta-feira (26) o Ministério Público de São Lourenço do Sul fora intimado da alteração da pena a que foi condenado o réu ANDRÉ KRÜGER BORK, no Júri ocorrido dia 24/11, devido a erro material na contagem da pena pelo Tribunal do Júri, ficando a condenação em 14 anos e 1 mês, e não 15 anos e 1 mês como constou anteriormente.

Na mesma data, mais cedo, a titular da 1ª Promotoria de Justiça de São Lourenço do Sul, Dra. Gabriela Monteiro, concedera entrevista ao São Lourenço Repórter, reiterando que o MP entende que a pena aplicada foi insuficiente pela gravidade e repercussão que teve o delito. E, já trabalha para recorrer, pedindo anulação e novo julgamento do réu, a fim de inclusive aumentar à pena.

Cova onde Claudieli Medina dos Santos, grávida, foi enterrada.

ANDRÉ KRÜGER BORK matou e enterrou sua ex-namorada Claudieli Medina dos Santos, 19 anos – que estava grávida na época. A Polícia Civil encontrou o corpo no dia 7 de abril de 2018 no Boqueirão Velho, interior de São Lourenço do Sul, dentro de um galpão, após a jovem estar desaparecida desde o dia 4/03/2018.