Foto: Evaldo Gomes.

A titular da 1ª Vara Judicial de São Lourenço do Sul, Exma. Juíza Dra. VIVIAN FELICIANO, concedeu entrevista ao São Lourenço Repórter na tarde de ontem, onde abordou o Júri Popular que ocorrera na última terça-feira (24), e condenou o réu ANDRÉ KRÜGER BORK a pena privativa de liberdade por homicídio qualificado e ocultação de cadáver da sua ex-namorada Claudieli Medina dos Santos, 19 anos – que estava grávida à época. “Quem julgou o réu foi o povo, através desses representantes que são sorteados dentre 25, se escolhe 7, os representantes do povo”, enfatizou a Juíza.

Dra. VIVIAN FELICIANO ainda enalteceu transparência do processo e, comentou a intenção do Ministério Público em apelar ao Tribunal de Justiça pedindo anulação e novo julgamento do réu, a fim de inclusive, aumentar a pena: “Entendo que não há razões para uma anulação. O processo tramitou de forma correta”, finalizou.

ESCUTE A ENTREVISTA:

Entrevista com a Juíza Dra. VIVIAN FELICIANO

por São Lourenço Repórter