Em uma das suas estratégias para amenizar os efeitos da estiagem prevista para os próximos meses, a CORSAN projeta aumentar capacidade da barragem de forma provisória. Porém, já trabalha em um projeto definitivo com recursos públicos, para iniciar em seis a sete meses, como afirmou o gerente da CORSAN São Lourenço do Sul, Marcelo Ferreira ao São Lourenço Repórter desta terça-feira (1º): “Já estamos trabalhando em cima disso, com previsão de falta de chuva (no reservatório de captação (Barragem))”, informou.

Da mesma forma, Ferreira orientou a população para evitar o desperdício de água potável: “O lava-jato, por exemplo, pode faltar (água) no futuro”.

Falta de água no Navegantes

Sobre a falta de água no Bairro Navegantes que vem ocorrendo, o gerente da CORSAN disse que acontece devido a pressão na rede de abastecimento, com a oscilação de clima e temperatura, a canalização por vezes estoura. Algo que qualifica como normal e, que a CORSAN tem buscado agilidade no concerto quando necessário.

ESCUTE A ENTREVISTA: 

Entrevista com o gerente da CORSAN, Marcelo Ferreira

por São Lourenço Repórter | 1/12/2020