O estado do Rio Grande do Sul é responsável por produzir 70% do arroz brasileiro. Em entrevista ao São Lourenço Repórter nesta manhã (9), o presidente do Sindicato Rural de São Lourenço do Sul, Ricardo Serpa, informou que a água salgada presente na Lagoa dos Patos pode atrapalhar o trabalho dos agricultores, visto que entre a zona costeira de Guaíba até aqui, são 137 mil hectares de arroz plantado, onde 10% estão na área litorânea. Em Pelotas, existem mais de oito mil hectares; em Turuçu 1.600 e, em Santa Vitória do Palmar e Mostardas 43 mil.

As últimas chuvas que aconteceram no estado foram essenciais para a melhoria nas lavouras de arroz do Rio Grande do Sul. Ao pautar essa questão, Ricardo disse que o prognóstico é que as chuvas voltem a ocorrer na região. Serpa ainda relatou que a cultura do arroz é responsável por 15 mil empregos no RS.

Por fim, o presidente falou sobre as exportações de carnes, onde em novembro o Brasil alcançou um recorde no preço, devido à grande demanda de países do mundo inteiro que realizaram a importação de proteína: “O Brasil, hoje, exporta carne bovina para mais de 50 países. Nós somos o grande produtor de proteína no mundo, nós somos o maior rebanho bovino comercial”, ressaltou.

A seguir, ouça a entrevista completa:

Entrevista com o Presidente do Sindicato Rural, Ricardo Serpa

por São Lourenço Repórter | 09/12/2020