O presidente da Câmara de Vereadores de São Lourenço do Sul, Luís Weber (PT), concedeu entrevista ao São Lourenço Repórter na manhã desta sexta-feira (18) para abordar o encaminhamento ao legislativo de algumas ações da administração municipal, onde em 2021 pode ser debatido o aumento na taxa de iluminação pública e aumento do IPTU, ou seja, está no contexto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO): “Isso é bem provável que aconteça porque o prefeito está colocando no orçamento deste ano para aprovação”, informou.

Ao falar sobre outras atividades que o legislativo está preparando para o ano que vem, Weber disse que estão trabalhando no duodécimo (também conhecido como ‘sobras’) e também no fundo que foi criado para a construção da Câmara: “Nós temos então, junto com esses dois valores R$ 1,3 milhões”. Além disso, o presidente contou que o prefeito encaminhou ao executivo um ofício que pede esse valor para a compra de vacinas contra a Covid-19: “Me soa uma estranheza, porque nem o Governo Federal tem um planejamento ainda de aquisição de vacinas”, ressaltou.

Luís afirmou que o legislativo é a favor do repasse de dinheiro ao executivo para que a compra de vacinas seja feita, porém, ele disse que o executivo precisa de um planejamento para dizer de onde vai tirar a vacina, dado que isso é competência da União (Governo Federal): “De fato quer comprar a vacina ou quer jogar o dinheiro dentro do caixa para pagar outras situações que a gente acha que não é tão necessário?”.

O presidente acredita que indicar o repasse para Santa Casa de Misericórdia, que passa por um drama financeiro em meio à pandemia, seria a melhor alternativa para São Lourenço do Sul.

Para mais informações, ouça a entrevista completa:

Entrevista com o presidente da Câmara de Vereadores, Luís Weber

por São Lourenço Repórter | 18/12/2020