A equipe de professores e técnicos do campus da FURG de Rio Grande e São Lourenço do Sul continuam envolvidos no monitoramento físico e de satélite da cianobactéria que está presente na água das praias do município.

Imagens do satélite MetSul Meteorologia mostram extensas áreas com cianobactérias (água com forte tom esverdeado) na Lagoa dos Patos.

A permanência das florações leva preocupação para os pesquisadores, por conta dos veranistas que procuram constantemente esses locais para banho. A intenção do projeto é de conscientizar as pessoas para que tenham conhecimento do que isso pode causar. Em contato com a pele, lesões dérmicas podem aparecer e se a água for ingerida acidentalmente, sintomas como náuseas, vômitos, diarréia, problemas no fígado, entre outros, podem surgir.

Prof. João Yunes acompanhado por uma aluna e pela química da CORSAN Gabriela Gonçalves (responsável pela coleta d’água e encaminhamento a FEPAM).

Ouça amanhã de manhã (20) na RÁDIO SÃO LOURENÇO a entrevista com o professor da FURG, João Yunes.

Floração de cianobactérias em 2005, em São Lourenço do Sul.