Mesmo diante à pandemia e o fim do imposto sindical obrigatório, ainda no governo Michel Temer, em 2017, o Sindicato Rural de São Lourenço do Sul, ao contrário de outras entidades da região, que tiveram até de fechar as portas, por aqui, o presidente Ricardo Serpa tem conseguido elaborar um trabalho com equilíbrio das contas, e o melhor, com potencial de investimento. Seja pelo aluguel do prédio do Sindicato na Rua Alfredo Born para a Administração Municipal, ou pela recente ação, em que concede áreas do Parque de Exposições Cel. Antônio Cândido Soares Ferreira para uma empresa terceirizada que realiza o translado da rede da Usina Eólica de Santa Vitória do Palmar/Rio Grande até Porto Alegre – tudo isso, costurado junto ao gestor anterior da entidade, Luiz Roberto Saalfeld, como mencionado por Serpa ao São Lourenço Repórter na manhã desta quarta-feira (3).

Diante disso, o presidente do Sindicato destacou que as contas estão em dia. O estacionamento, um galpão e o restaurante do Parque estão locados “por um, até dois anos”. E o melhor, a empresa projeta ofertar aproximadamente 300 vagas de emprego aqui em São Lourenço.

Devido à pandemia da Covid-19, a tendência é que ainda não ocorram as programações da Expofeira em 2021, porém, se o cenário melhorar, Serpa afirmou que existe a possibilidade do evento ser dividido em dois finais de semana, com programações distintas.

——————————

Site: https://www.saolourencoreporter.com/

Facebook: https://www.facebook.com/saolourencoreporter/

Instagram: https://www.instagram.com/saolourencoreporter

Twitter: https://twitter.com/sl_reporter

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCi2Q8Id9oHhe6j78euBmdiQ

São Lourenço Repórter

Vinculado ao Web Site do Programa São Lourenço Repórter.

Há mais de 30 anos trazendo informação à população lourenciana.