Depois de quase 7 meses longe das escolas, o ano se inicia com um pouco menos de incerteza após o anúncio do governador Eduardo Leite com relação à volta às aulas presenciais em 2021.

O calendário escolar do Rio Grande do Sul de 2021 começa em 8 de março, dando continuidade ao modelo híbrido, implementado durante a pandemia. Segundo a Secretaria Estadual de Educação, o retorno será de forma escalonada, iniciando pelos alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental. No dia 11, retornam os estudantes do Ensino Fundamental II, e, por último, no dia 15, os alunos do Ensino Médio e Técnico.

Em entrevista ao São Lourenço Repórter, a Coordenadora da 5ª CRE, professora Alice Maria Souza Szezepanske, explicou algumas peculiaridades dessa volta às aulas: “Vamos encaminhando o ano letivo de forma muito ponderada”, enfatiza e, mostra preocupação tanto com a saúde da população, quanto ao nível de aprendizagem dos alunos. “Não tem como substituir a escola”.

A Coordenadora da 5ª CRE também esclarece que as escolas irão receber do estado os equipamentos de proteção individual (EPIs), composto de máscaras e luvas para TODOS os alunos e professores, possibilitando proteção ao usuário dos riscos capazes de ameaçar sua segurança ou saúde.

Confira os demais detalhes da volta às aulas com distanciamento, higienização e poucos alunos, no áudio abaixo:

Entrevista com a Coordenadora da 5ª CRE, professora Alice Maria Souza Szezepanske

por São Lourenço Repórter | 09/02/2021