Na noite desta sexta-feira, dia 25 de fevereiro, a Policial Civil de São Lourenço do Sul, em ação integrada com a Brigada Militar, Vigilância Sanitária Municipal, Conselho Tutelar e Corpo de Bombeiros, desempenharam ações para garantir o cumprimento das regras estabelecidas no novo Decreto do Governo do Estado, que restringe atividades em busca de evitar aglomerações. Poucos foram os casos de descumprimento em que foram necessárias intervenções, mas alguns estabelecimentos comerciais precisaram de orientações e pessoas que estavam reunidas foram dispersadas. Em meio aos trabalhos, a equipe  recebeu uma denúncia anônima sobre festa clandestina em um apartamento na área central da Cidade e todos deslocaram-se ao endereço denunciado, onde confirmaram a veracidade da situação irregular. Inicialmente, o caso foi tratado como uma dispersão simples e a moradora disse que estava comemorando seu aniversário e que o local era pequeno, estando ali, não mais do que cinco pessoas dentro do imóvel. Quando os policiais iniciaram a retirada dos convidados, constataram que mais de vinte pessoas, incluindo um menor, estavam na festa. Ao final da saída da maioria das pessoas, foi perguntado se havia mais alguém na casa e a moradora, demonstrando muito nervosismo, confirmou que havia mais um indivíduo no quarto, o qual negou-se a sair.

Quando os policiais foram conversar com tal pessoa, tentou sair, mas parecendo esconder algo, causando desconfiança nos agentes que procederam revista pessoal, constatando que o mesmo portava um revólver calibre 38 na cintura, um quilo de cocaína, cerca de oitocentos Reais em dinheiro e duas balanças de precisão na mochila, além de um caderno com anotações sobre transações com entorpecentes. Ambos os moradores do apartamento, que organizaram a festa, foram autuados em flagrante pelo Delegado, Dr. Edson Ramalho, sendo o homem encaminhado para o Presídio Regional de Pelotas e a mulher para o Presídio Feminino em Rio Grande.