O São Lourenço Repórter esteve presente nesta manhã (8), na carreata contra o fechamento do comércio, organizada pela ACI/CDL, Sindicado Rural, Sindicado Agricultores Familiares e Caminhoneiros. Conforme informações, aproximadamente 500 veículos estavam concentrados próximos ao Parque de Exposições do Sindicato Rural.

O intuito da ação é fazer com que o Governo RS dê atenção para o comércio não essencial que está fechado, visto que o setor vive um colapso econômico após o novo decreto de bandeira preta, devido à pandemia de Covid-19, proibir o atendimento presencial.

A carreata percorreu variados bairros do município acompanhada de um carro de som que ressaltou para a população o cenário que o comércio não essencial está enfrentando, além disso, destacou que as pessoas presentes no protesto estavam seguindo as medidas de cuidados contra a doença – em sua maioria, empresários lourencianos.

Por fim, o presidente da ACI/CDL, Mahmoud Amer, falou sobre a carreata e evidenciou que a intenção é demonstrar à comunidade, a indignação do setor do comércio, pois segundo ele, está sendo injustiçado. “É para mostrar que nós temos força e que não precisamos ser tratados como criminosos. Hoje em dia quem é trabalhador está sendo tratado como criminoso. Não dá mais”, completou.

Cobertura da carreata

por São Lourenço Repórter | 08/03/2021