Foi protocolado nesta segunda-feira (8), através da autoria dos vereadores, Renan Hartwig e Jonatã Harter, o Projeto de Lei que reconhece a prática de atividade física, ministrado por Profissionais de Educação Física, como serviços essenciais para a saúde da população.

Foi através do Profissional de Educação Física, Régis Oswald, que apresentou o tema aos vereadores, que entenderam a importância desta pauta.

Tendo em vista a opinião da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE) sobre exercício físico e o Coronavírus (COVID-19), ratifica o entendido do meio científico quanto à importância e os benefícios da prática de atividades físicas para: melhora da função imunológica, otimizando as defesas do organismo diante de agentes infecciosos; redução das chances de pessoas fisicamente ativas apresentarem doenças como: diabetes, hipertensão e outras doenças cardiovasculares, patologias crônico-degenerativas, que elevam o risco de morte quando da infecção pelo novo Coronavírus; o tratamento e controle destas citadas doenças, pois pacientes descompensados são ainda mais suscetíveis às complicações e agravamentos da infecção pela COVID-19.

Sendo assim, é possível afirmar que a prestação dos serviços de Educação Física são componentes fundamentais para o controle e redução da necessidade de atendimentos hospitalares por meio da promoção e manutenção das condições de saúde dos seus praticantes.

Entendendo que ações preventivas de promoção de saúde, conjuntamente com a estratégia de isolamento social são fundamentais para que a população garanta acesso aos benefícios da atividade física.