As aglomerações em São Lourenço do Sul diminuíram segundo informações do Capitão, Fábio Suppo Mendonça, comandante da Brigada Militar, em entrevista na manhã desta segunda-feira (15), ao São Lourenço Repórter. Mendonça relatou como vem sendo a atuação da polícia no período da pandemia, paralelo aos acontecimentos negativos como o maior número de mortes no Rio Grande do Sul de Covid-19 e ocupação dos leitos UTIs acima da capacidade: “É um trabalho desgastante, mas nesse momento, a nosso juízo, extremamente necessário”, destacou.

Conforme o Capitão, a fiscalização da Brigada Militar, juntamente com a Polícia Civil, Vigilância Sanitária, Conselho Tutelar, Secretaria da Assistência Social e Corpo de Bombeiros, em São Lourenço do Sul foi ampliada. “As pessoas devem obedecer às normas editadas pelo Governo, porque visam o bem estar de toda a comunidade”.

Por fim, Mendonça afirmou que a Operação Golfinho (Brigada Militar e Polícia Civil) se estende em razão da pandemia: “Tradicionalmente vai até o final de fevereiro. Em razão da necessidade de um reforço maior de policiamento naquelas cidades de balneário, o Governo do Estado entendeu que pelo menos até o dia 21 de março, podendo se estender mais, a manutenção de parte daquele efetivo”, finalizou.

——————————

Site: https://www.saolourencoreporter.com/

Facebook: https://www.facebook.com/saolourencoreporter/

Instagram: https://www.instagram.com/saolourencoreporter

Twitter: https://twitter.com/sl_reporter

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCi2Q8Id9oHhe6j78euBmdiQ

São Lourenço Repórter

Vinculado ao Web Site do Programa São Lourenço Repórter.

Há mais de 30 anos trazendo informação à população lourenciana.