No São Lourenço Repórter desta manhã (19), o presidente da Associação Comercial e Industrial e Câmara de Dirigentes Lojistas (ACI/CDL) de São Lourenço do Sul, Mahmoud Amer, avaliou a questão da pandemia de Covid-19 diante da futura volta das atividades do comércio não essenciais no município.

“Desde o início não era pra ter fechado o comércio porque nenhum estudo científico comprovou que comércio dissemina o vírus. Ninguém apresentou pra nós estudos científicos disso aí e a maneira que foi fechado, foi fechado de uma maneira errada, baseado no achismo, baseado que empresa tal teve, empresa tal não teve isso. Nunca vi na minha vida em alguns estabelecimentos: supermercados e farmácias, bloquear prateleiras e outras prateleiras poder vender, até parece que em uma prateleira não tem vírus e na outra tem”.

Conforme informações de Mahmoud, ainda hoje o governador do Estado irá realizar uma reunião com 27 associações regionais de municípios para decidir os novos protocolos pra região. Após isso, é a vez dos municípios divulgarem seus decretos. “E outra coisa, o empresariado está esgotado desse achismo de dirigir crises de pandemia. É fácil falar, fecha abre, fecha abre, pra diminuir, mas não diminuiu, nós estamos há três semanas fechados. O que aconteceu? Aumentou. No comércio não é lugar de vírus porque seguem todos os regramentos básicos de saúde”, ressaltou. Por fim, o empresário ainda falou sobre os hospitais de campanha montados pelo Exército e informou com base em dados divulgados pela Federação de Entidades Empresariais do RS – FEDERASUL que “a produção de vacina prevista para 2021 no mundo inteiro será superior a quantidade de habitantes do mundo”.

——————————

Site: https://www.saolourencoreporter.com/

Facebook: https://www.facebook.com/saolourencoreporter/

Instagram: https://www.instagram.com/saolourencoreporter

Twitter: https://twitter.com/sl_reporter

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCi2Q8Id9oHhe6j78euBmdiQ

São Lourenço Repórter

Vinculado ao Web Site do Programa São Lourenço Repórter.

Há mais de 30 anos trazendo informação à população lourenciana.