Ao falar sobre os dois Projetos de Lei da Administração Municipal de São Lourenço do Sul, que têm como objetivo reajustar a taxa da coleta de lixo e da iluminação pública do município, o vereador, Ronei Schumalfuss (PT), afirma que é contra. “Chega a ser assustador, é uma aberração o projeto da iluminação. Ele tem um parágrafo que diz que na iluminação pública do interior do meio rural, onde não existe a iluminação pública, até o consumo de 50 kWh vai entrar para a bandeira vermelha e esse consumidor vai pagar a iluminação pública, sendo que ele nem é provido desse serviço”, evidenciou no São Lourenço Repórter nesta manhã (22).

Conforme informações do vereador, o executivo não prestou contas do duodécimo de 2020 que a mesa diretora da Câmara de Vereadores repassou para auxiliar o município no combate à pandemia de Covid-19 e, disse que se o Projeto de Lei da iluminação pública for aprovado, pessoas que residem em casas pequenas terão que pagar mensalmente pelo serviço uma tarifa que pode ultrapassar 300%. “Uma casa que pagaria R$ 3,23 de tarifa, com a nova lei aprovada passaria para R$ 10,40 mensalmente. E assim também sucessivamente na taxa de lixo”, completou.