O presidente da Câmara de Vereadores de São Lourenço do Sul, Paulinho Pereira (PSDB), voltou a conversar com o São Lourenço Repórter na manhã desta terça-feira (11), para abordar a reforma do Ginásio Municipal Nedilande Vargas Corrêa. Pereira articulou junto ao deputado federal, Daniel Trzeciak (PSDB), uma emenda parlamentar de R$ 250 mil para a obra, mas que segundo o tucano, o prefeito Rudinei Härter (PDT) estaria realizando retaliações políticas, devido aos vereadores não terem aprovado os Projetos de Lei do reajuste das taxas de iluminação pública e coleta de lixo. “Conseguimos com muito trabalho essa emenda. Qual prefeito não gostaria de reinaugurar o Ginásio? Eu não preciso nem estar lá no dia da inauguração. Que ele (prefeito) corte a fita, entregue para a comunidade, mas que não desperdice essa oportunidade”, destacou.

Inauguração do Ginásio, em 1977 – gestão do prefeito Ronald Spiering.

 A contrapartida da Administração Municipal para realizar a obra é de R$ 9 mil. Caso o prefeito não de sequência, Pereira ameaça acionar o Ministério Público: “Se não, vou fazer um dossiê, desde as promessas de campanha, que está incluída a reforma do Ginásio. Se isso não acontecer (reforma), eu vou levar ao conhecimento do Ministério Público, porque a gente não pode perder uma obra como esta”, finalizou.

Escute a entrevista na íntegra:

Entrevista com o presidente da Câmara, Paulinho Pereira

por São Lourenço Repórter | 11/05/2021