Após mobilização de moradores para que se revogue o nome da Av. Prefeito Rudh Hübner para a antiga Av. Getúlio Vargas, alegando oneração no registro de imóvel, e burocracia na regularização junto a Corsan, CEEE, internet, TV por satélite, etc…, a ex-vereadora Carmem Rosane Roveré (PSB) – quem propôs o Projeto de Lei em 2019 – se manifestou em defesa da mudança: “Esse PL, o 090, ele já faz dois anos que foi aprovado. O PL prestou uma homenagem a um dos maiores homens da história de São Lourenço do Sul. Se a nossa cidade é o que é hoje, a gente deve ao trabalho do Seu Rudh”, destacou.

Carmem fez uma ampla explanação da gestão do ex-prefeito Rudh Hübner e de seus feitos, como a arborização da Orla da Praia, a 1ª rua asfaltada de São Lourenço e a preservação do junco para não ter alagamentos. “Há 40 anos ninguém valorizava a Barrinha. Ele acreditou na Orla da Praia. Na década de 80 não existiam vantagens, como emendas parlamentares, não existia esse monte de secretaria”, enalteceu.

Respondendo aos questionamentos da comunidade, a ex-vereadora detalhou dois ofícios, da Corsan e CEEE (confira abaixo), afirmando que não há cobrança junto às companhias, quanto à mudança do nome. “Várias ruas foram trocadas, até pelo prefeito atual e não vi nenhuma manifestação dos moradores”.

Resposta Ofício CEEE Resposta Ofício Corsan  

Carmem finalizou cobrando apoio dos vereadores que aprovaram o PL em 2019 – escute a entrevista:

Entrevista com a ex-vereadora Carmem Rosane Roveré

por São Lourenço Repórter | 18/05/2021