Sim, tem um cidadão habitando a Praça do Largo Laura Abreu, ‘morando’ em uma barraca improvisada debaixo do escorregador (FOTO CAPA). Entretanto, a Secretaria Municipal da Saúde e a Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social e Habitação, já têm  conhecimento. A secretária, Michele de Moraes Roveré, inclusive, conversou com a nossa reportagem e, informou que o assunto está sendo resolvido da melhor maneira possível. O homem está sendo monitorado, já fora abordado pelos órgãos públicos. Contudo, até agora ele não quis sair do local.

Roveré informou ao São Lourenço Repórter que o cidadão possui residência e, na tentativa de não tomar nenhuma medida drástica, relatou que estão tentando incentivar o mesmo a sair de forma pacífica. O cidadão disse quando fora abordado que exige benefícios por transtornos mentais. Os órgãos municipais competentes têm  se colocado à disposição para o tratamento.

E o cachorro?

Junto com o cidadão, vive um cachorro. Aí vem outra preocupação da comunidade, haja vista relatos de ataques do animal a quem cruza o calçadão a pé, fazendo caminhadas ou demais atividades físicas. Se houver qualquer incidente, se houver uma mordida e ferir alguma pessoa, de quem é a responsabilidade?