Após duas Sessões Ordinárias ao longo da semana (segunda e quarta-feira), o presidente da Câmara Municipal, vereador Paulinho Pereira (PSDB), se manifestou no São Lourenço Repórter de sexta-feira (4) para abordar os temas da semana, como a revogação da Av. Prefeito Rudh Hübner. “Teve aprovação da revogação e vai para o prefeito sancionar e, desta forma retornar a Av. Getúlio Vargas”, destacou.

Pereira, que tem o voto de minerva como presidente e não precisou votar, também externou sua posição: “Votaria pela revogação. Houve um erro grotesco do município. Dois erros, da Câmara e do Executivo. Conforme disse o prefeito, ele assinou sem ler”. O PL foi aprovado por 4 votos a 2 e, 4 abstenções: votaram a favor os vereadores do PDT, Jonatã Härter, Inês Wascow e Lauro Lopes e, o Progressista Renan Hartwig; votaram contra os vereadores, Abel Bueno (MDB) e Fabiane Peglow (PSB); se abstiveram, os petistas, Ronei Schmaulfus, Luís  Weber e Ildo Döring e, Emerson Pieper, do PSDB.

O tucano também comentou as participações do presidente da ACI/CDL, Mahmoud Amer e do músico Marconi Voss no plenário, bem como a continuidade do setor econômico no feriado: “Sou a favor da vida e do trabalho. Não seria um momento de lockdown, já que o município está num momento estável”, finalizou – escute a entrevista:

Entrevista com o presidente da Câmara, Paulinho Pereira

por São Lourenço Repórter