Vai à votação amanhã (22), no Plenário da Assembleia Legislativa, o Projeto de Lei 482/2015, de autoria do deputado Pedro Pereira (PSDB), que acaba com o subsídio mensal e vitalício pago a ex-governadores do Estado e viúvas. “São nove ex-governadores e quatro viúvas recebendo mais de R$ 32 mil por mês, inclusive, com 13º salário. Amanhã,  vai à votação para que seja instinto esse absurdo. São em torno de R$ 6 milhões por ano”, destacou Pereira,  em entrevista ao São Lourenço Repórter, na manhã desta segunda-feira (21).

O PL revoga a Lei nº 7.285, de 23 de julho de 1979 e todas as leis que alteram o texto. “Todos eles (ex-governadores) têm outros benefícios, que representam em torno de R$ 100 mil. Uma verdadeira aberração”.

Na entrevista, o tucano ainda abordou os R$ 1 bilhão liberados pelo Governo Eduardo Leite para recuperação de rodovias estaduais – escute:

Entrevista com o deputado Pedro Pereira (PSDB)

por São Lourenço Repórter | 21/06/2021