Foi confirmado na tarde desta quarta-feira (30), o segundo caso de bovino com raiva herbívora em São Lourenço do Sul.

O resultado foi divulgado pelo IPVDF (Instituto de Pesquisas Veterinárias  Desidério Finamor), onde a análise foi processada, após material ser coletado de bovino com sintomas característicos da doença. Após a notificação do proprietário, o bovino passou a ser monitorado pela Inspetoria de São Lourenço do Sul. A propriedade esta localizada em Feliz, no interior do município, e já havia tido outro bovino morto com os mesmos sintomas, porém com laudo negativo para Raiva após a Inspetoria coletar o material e ser analisado.

Este é o segundo caso de bovino positivo para raiva confirmado em menos de sete dias no município.

Estima-se que os números de casos devem ser maiores, pois pequenos números de produtores notificam o Serviço Veterinário Oficial.

O primeiro caso foi confirmado na localidade de Caipira, no dia 24 de Junho. Para ler a respeito, CLIQUE AQUI.

A SEAPDR divulgou alerta sanitário no estado devido ao aumento expressivo de casos de agressão de morcegos aos rebanhos e de mortes por raiva. Confira o vídeo vinculado a um meio de comunicação CLICANDO AQUI.

A Inspetoria solicita aos produtores que tiverem animais com agressões características a mordedura de morcego, animais com sintomatologia nervosa, ou se localizarem refúgio com morcegos, que comuniquem imediatamente o SVO (Serviço Veterinário Oficial), no município localizado na Avenida Marechal Floriano Peixoto, 1476, pelo telefone/whatsapp (53) 3251-1332 ou e-mail [email protected]

Esta semana a equipe técnica de um dos núcleos de Controle da Raiva foi acionada, e esta no município fazendo vistorias em refúgios cadastrados e comunicados, já no primeiro dia foram localizados mais de 30 morcegos hematófagos em um único refúgio já conhecido.

Foto: Everton V. Brahm-SEAPDR (São Lourenço do Sul).