Após aprovado o fim da pensão vitalícia de ex-governadores, deputado quer fixar teto salarial de servidores gaúchos

Após aprovado o fim da pensão vitalícia de ex-governadores, deputado quer fixar teto salarial de servidores gaúchos

Os deputados aprovaram, por 49 votos favoráveis e um contrário – deputada Patrícia Alba (MDB), na noite de terça-feira, o projeto que prevê o fim da concessão de pensões a ex-governadores e viúvas no Rio Grande do Sul. A proposta de Pedro Pereira (PSDB) buscou a revogação da lei nº 7.285, de 23 de julho de 1979, que trata da pensão vitalícia. O projeto ainda depende da sanção do governador Eduardo Leite. “O Estado vai economizar quase R$ 6 milhões por ano; para investir em saúde, educação, enfim…”, disse o deputado estadual Pedro Pereira ao São Lourenço Repórter na manhã de hoje (14).

O tucano lembrou sobre os vencimentos da aposentadoria da ex-governadora Yeda Crusius: “Nós temos a ex-governadora Yeda Crusius que está aposentada como deputada federal; professora da UFRGS e governadora; isso representa uns R$ 65.000,00, R$ 70.000,00 por mês”, evidenciou.

Projeto de Lei sobre o teto Estadual

Por fim, Pereira enfatizou sobre o PL de sua autoria que tramita na Assembléia Legislativa: “Hoje é R$ 35.400,00; só que nós temos centenas de gaúchos – diretor de banco ganha R$ 90.000,00. O PL aprovado, ninguém ganha mais que o teto” – escute a entrevista:

Entrevista com o deputado estadual Pedro Pereira

por São Lourenço Repórter | 14/07/2021

Pin It on Pinterest