Em pauta no São Lourenço Repórter desta sexta-feira (6), o serviço desempenhado pelo Pronto Atendimento (Policlínica 24h). Entrevistamos o contabilista, pós-graduado em Gestão de Saúde pela Fiocruz, Coordenador do PA, Guilherme Bergmann, que abordou os mecanismos de atendimento. “O nosso PA atende baixo risco de vida”, destacou.

Na entrevista, questionado sobre a indecisão da população em saber em qual porta bater, a resposta foi sempre o “PA” e o sistema de cores adotado: “Um setor de triagem, onde a gente vai fazer uma análise de qual é o risco de vida, para saber se é um caso para o nosso médico do PA, ou se ele vai precisar de um nível acima de urgência. Aí a gente tem um nível de referência que fica ao lado, a Santa Casa de São Lourenço do Sul”.

LEGENDA: Secretária de Saúde Adriane Martins e o Coordenador do PA, Guilherme Bergmann, na porta da triagem.

Contudo, o óbito do paciente cardíaco de 70 anos no último domingo (1º), também foi comentado: “Foi negado pela equipe médica do hospital (Santa Casa)”. Perguntamos sobre a atual relação com a casa de saúde: “Melhorou. A gente acredita que essa relação, ela pode ser uma relação muito mais saudável”. E, se o PA oferece serviço de traumatologia, questionamento de um ouvinte: “Não, mas a pessoa também vai ter acesso pelo PA e, a mesma relação médico com médico”.

Na entrevista, Bergmann também falou do funcionamento das equipes de trabalho no PA, quantitativo do corpo clínico e frisou ‘resolutividade’: “A gente pode ter um tipo de serviço que tenha resolutividade; é isso que espero”

——————————

 

Site: https://www.saolourencoreporter.com/

 

Facebook: https://www.facebook.com/saolourencoreporter/

 

Instagram: https://www.instagram.com/saolourencoreporter

 

Twitter: https://twitter.com/sl_reporter

 

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCi2Q8Id9oHhe6j78euBmdiQ

 

São Lourenço Repórter

 

Vinculado ao Web Site do Programa São Lourenço Repórter.

 

Há mais de 30 anos trazendo informação à população lourenciana.