Foto: Gabriela Schmalfuss.

Não fora só na Capital Gaúcha que ocorrera protesto contra o Presidente da República Jair Bolsonaro. Em Porto Alegre, neste domingo (12), cinco dias após o ato a favor do chefe do executivo, a Avenida Goethe voltou a ser local de manifestação. O protesto contou com a presença do governador Eduardo Leite, que circulou entre os manifestantes e discursou, pedindo união no país e afirmou que a saída de Bolsonaro da Presidência irá acontecer pelo impeachment ou pela votação nas urnas em 2022.

ONTEM (11), em São Lourenço do Sul, o grupo Coletivo Anunciação de Direitos Humanos (FOTO CAPA), realizou panfletagem “Fora Bolsonaro, pela vida” na Praça Central Dedê Serpa. Conforme os integrantes, “o objetivo é chamar a atenção da população lourenciana sobre os perigos da Covid-19, distribuindo máscaras PFF2 e dialogando sobre a responsabilidade que escolhas promovidas por Jair Bolsonaro tiveram no agravo da crise sanitária, econômica, social e política do país”.

A manifestação teve apoio do SindsepeRS, Aprofurg, Gabinete Dep. Zé Nunes e PSOL São Lourenço do Sul.