Nesta segunda-feira, 13, o projeto de lei Nº 050/21 da vereadora Fabiane Peglow (PSB) que autoriza a Prefeitura Municipal a criar o Cadastro para Realozação de Animais Resgatos em Lares Temporários foi lido na Câmara Municipal e encaminhado para as comissões permanentes.

O objetivo do projeto é viabilizar um cadastro público, junto ao Abrigo Municipal, onde as pessoas possam se colocar à disposição para oportunizar um lar temporário aos animais de estimação que foram soltos ou abandonados, estão errantes e que tenham sido recolhidos ou aprendidos pelo órgão responsável, estimulando a posse responsável de animais.

O enorme número de animais errantes, abandonados, passando necessidades básicas como fome, frio e muito sofrimento, e o fato do Abrigo Municipal estar com um grande número de animais e não sendo possível o abrigo de novos animais, visto que não se trata de um depósito de animais, e até o presente momento, o Município não está realizando as necessárias castrações para que possamos mudar esta realidade, tanto do abrigo, como das ruas da nossa cidade. Tais fatos, impossibilita o recolhimento de muitos animais necessitados, deixando-os assim a própria sorte o que faz com que acabem vindo a óbito sem atendimento necessário.

A criação do cadastro não gera custos para a Prefeitura Municipal, pelo contrário, gera economia aos cofres públicos com os gastos com medicamentos, alimentação e manutenção dos animais que estão no Abrigo Municipal. O projeto de lei é baseado no apresentado pela vereadora Cristina Oliveira (PDT), do município de Pelotas/RS.