Entre as entrevistas da manhã (12), no São Lourenço Repórter, ficou evidente que a possibilidade de racionamento de água existe e a necessidade de cada um de nós sermos solidários e fazer o sacrifício de gastar o mínimo possível, são decisões inteligentes.

O gerente da CORSAN, Marcelo Ferreira, analisando 2019 até este verão, conclui que o período crítico de nossa cidade é fevereiro e março, mas os meteorologistas afirmam que os gaúchos terão pouca chuva de agora até março e, com isto, os riscos aumentam. O gerente também fez questão de trazer novidades sobre o andamento do reservatório da Barrinha e suas novas frentes políticas para resolver o problema naquela área do balneário.

Escute a entrevista:

Entrevista com o gerente da CORSAN, Marcelo Ferreira

por São Lourenço Repórter | 12/01/2022