Cada vez mais escasso, mas ainda há camarão em boa quantidade na Lagoa dos Patos – está mais distante. “No banco do Vitoriano, pro lado nordeste e, boca do Rio Camaquã”, destacou o empresário do setor pesqueiro, Clodoaldo Vargas, ao São Lourenço Repórter na manhã de hoje (9). Vargas traz outra importante projeção de tendência das águas continuarem salgadas até a próxima safra.

Como se sabe, as chuvas e temperaturas baixas, são inimigas da permanência do camarão na Lagoa, mas com o tempo estável, o empresário traz uma curiosidade interessante: a influência da lua: “Na lua crescente, principalmente a partir do dia 10, é lua boa pra pescar”, disse.

Por fim, questionado quanto a comercialização, uma revelação expressiva, que ultrapassou a do ano passado: “Uma tonelada de camarão pego aqui; mais de R$ 8 milhões que circulou na orla do Rio (São Lourenço) em questão de 25 dias”. O preço praticado varia entre R$ 10,00 para os atravessadores e, R$ 13,00 a 15,00 nas bancas às margens do Rio.

Escute a entrevista na íntegra:

Entrevista com o empresário do setor pesqueiro, Clodoaldo Vargas

por São Lourenço Repórter | 09/03/2022