Após prestação de contas e discurso do presidente Nildo Rutz, enaltecendo a agricultura familiar, evolução e investimento, na presença de autoridades, associados e visitantes, a Coopar/Pomerano definiu na tarde deste sábado (26) em Assembleia Geral, seus conselheiros para mais um triênio (2023/2025), sob uma importante avaliação: em 2021, o faturamento da Cooperativa foi de R$ 312 milhões, tendo a Indústria de Laticínios, o carro chefe das atividades.

Nildo Rutz, aclamado à presidência da Cooperativa, em Assembleia Geral na Comunidade Católica Nossa Senhora da Conceição, na Boa Vista.

Abrangendo 17 municípios e com mais de 5 mil associados, também fora aprovada a instalação de duas filiais da Coopar/Pomerano: Colônia Py Crespo (Pelotas) e mais uma em Picada Esperança (São Lourenço do Sul), onde será construído um secador e galpões; somam-se a matriz Boa Vista e a filial nas Pedrinhas.

  • Presidente: Nildo Rutz (2022 a 2025)
  • Vice-presidente: Zilmar Caetano de Almeida
  • Secretário: Ariberto Hütner

Titulares do Conselho (09):

Ellemar Wojahn, Márcio Joel Bartz, Nildo Rutz, Zilmar Caetano de Almeida, Jader Henrique Ehlert, Carlos Roni Schneid, Jairo Becker, Ariberto Hütner e Carlos Seefeldt;

Suplentes do Conselho (09):

Adriano Bosembecker, Ingomar Thurow, Valnei Podewilz, Elton Saalfeld, Udo Tessmer, Daniele Radke, Enô Knopp, Leandro Radke e Roni Hübner;

Conselho Fiscal Titular:

Ivan Ricardo Penning, Valdomiro Kasburg Flávio Luiz Specht;

Conselho Fiscal Suplente:

Daniel Lemke, Edilério Thurow e Edgar Rebain.