O Laboratório BioExato está ofertando a vacina contra a gripe, já com a cepa atualizada, a H3N2 Darwin, que pegou o Brasil de surpresa no fim do ano passado. Quem está fora do público-alvo no Sistema Único de Saúde (SUS), tem a opção de recorrer ao sistema privado – haja vista o período frio e úmido. Contudo, há uma diferença nos imunizantes. O SUS aplica a versão trivalente, enquanto a BioExato tem a opção da tetravalente. “Vacina mais completa; entra a cepa B, sempre dá em casos de gripe de maneira mais forte”, orienta a Dra. Susane Specht Iuppen, em entrevista ao São Lourenço Repórter – vacina comercializada a R$ 140,00.

Quais são as diferenças entre a vacina da gripe particular e a gratuita?

A principal diferença entre a vacina aplicada no SUS e a utilizada no sistema privado é o número de cepas que elas protegem. O sistema de saúde público disponibiliza o imunizante trivalente, conforme orienta a OMS. Já o Laboratório BioExato, aposta no tetravalente, que protege de quatro cepas – a extra é da Influenza B.

  • Trivalente: Tipo A (H1N1 Victoria e H3N2 Darwin) e tipo B Victoria
  • Tetravalente: Tipo A (H1N1 Victoria e H3N2 Darwin), tipo B (Victoria e Yamagata)

A novidade este ano, além de São Lourenço do Sul (cidade) e Turuçu, a BioExato está ofertando também, na filial Boa Vista, quase em frente a UBS. “A gente pensou numa possibilidade de trazer um atendimento próximo, também em pomerano e, poder desfrutar desse ambiente acolhedor”, evidenciou Dra. Susane.

No Programa, outra boa notícia: quem se identificar no balcão de qualquer um dos três estabelecimentos, dizendo que ouviu a entrevista no São Lourenço Repórter, ganha desconto – escute a entrevista:

Entrevista com a Dra. Susane Specht Iuppen

por São Lourenço Repórter | 19/05/2022